domingo, 5 de abril de 2009

Abraçar seria uma troca de que?


Muitas pessoas, não reparam o poder que tem um abraço, a força que isso tem, o significado dessa sintonia, onde os corpos dividem uma mesma energia.
É um gesto que está se tornando em desuso.
Não sabem na verdade o valor de um abraço!
Fico aqui, analisando os meus próprios pensamentos, observando a forma das pessoas agirem pelo o mundo a fora.
Vejo muita coisa errada, muita falta de ética humana em todos os sentidos nesta correria do dia-a-dia.
Percebo pessoas idosas contando casos, mostrando como era a população antigamente um com o outro, e hoje vivo neste mundo poluído, desunido, frio.
Mundo que está perdendo a sua originalidade, tudo por culpa de quem?
Caraíba! Dão valores para tanta coisa banal e estão esquecendo da serenidade de um pequeno “grande” abraço.
Culpa daqueles que andam destruindo a união, o amor, a sinceridade, um sorriso singelo.
Alguém sabe me dizer qual o valor de um abraço?
O porquê de ser tão bom nesta hora essa sintonia quando verdadeira?

É curioso, porque um abraço sincero, apertado, tem o poder silencioso de destruir rancores, melindres e ressentimentos. Cala qualquer fala, pois um abraço autêntico é maior do que todos os discursos, conversas ou pedidos de perdão. Existem situações em que já não adianta falar, retorquir ou arrazoar, basta termos a coragem para abrir silenciosamente os braços e perdoar. Mais do que abraçar causas, precisamos abraçar pessoas. Não apenas aquelas que concordam conosco, mas principalmente as que discordam.
Quando pragmaticamente abrimos os braços para outra pessoa, estamos a imitar aquilo que Jesus fez no Gólgata. Estamos a perdoar e a amar o próximo.

Quanto mais apertado, mais gostoso é.
Quando mais verdadeiro, mas profundo é.
E o mais interessante: um abraço tem um valor tão grande, Simplesmente poderoso, ou poderosamente simples.

Só quero poder mostrar que, não deixe de abraçar quem você ama quem você quer por perto.
Independente do momento, abrasse o abraço com o seu abraço!

Viver o momento, sendo ele triste ou feliz, o abraço só servirá para confortar e trazer segurança e tranqüilidade para você.
Isso é uma terapia, faz viajar.

(Sabrina Receputi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário