domingo, 26 de abril de 2009

Você já teve um Déjà vu?


Alguém já teve a sensação de ter vivido algo parecido ou igual ao determinado momento?

Isto se chama “déjà vu”.

É até interessante, por que rola aquela curiosidade consigo mesmo:
Ué! Que estranho! Pareço ter feito isso antes, ou pareço ter passado por aqui antes, ou pareço ter falado isso antes, igualzinho.
Como se fosse um flash rapidamente identificado.
A pessoa tem uma sensação de familiaridade com o que encontra pela frente.
É uma recordação daquilo sendo que pode estar sendo vivido pela primeira vez.

Pesquisas dizem que o déjà vu, pode ser provocado de forma independente, sem uma memória real para acioná-lo.
Essas experiências podem ser partes de uma fraca recordação de infância, erradamente acreditada como tendo ocorrido numa vida passada só porque "sabe" que não ocorreu nesta vida.
Portanto, é possível que a tentativa de explicar o déjà vu em termos de memória perdida, vidas passadas, possa ser completamente errada. Devíamos falar da sensação de déjà vu.
Essa sensação pode ser causada por um estado do cérebro, por fatores neuroquimicos durante a percepção. A sensação de déjà vu é comum entre pacientes psiquiátricos. Também precede ataques de epilepsia do lóbulo temporal. E, em 1955, quando Wilder Penfield fez a sua famosa experiência na qual estimulava eletricamente lóbulos temporais, encontrou um bom numero de experiências de déjà vu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário