sexta-feira, 3 de julho de 2009

O poder da saudade...



Estar diariamente ao lado de uma pessoa que proporciona o bem em todas as partes, é algo muito bom, prazeroso.
Mas, se deparar com certa distancia, perceber que ao olhar para o lado não verá mais aquela pessoa, é algo muito ruim!
Seja por qual for o motivo.
Quem inventou a saudade sabia o que realmente seria isso?

Pois então...

Os anos passam e com isso, o vento carrega muitos acontecimentos e no meio disso tudo, imagens de pessoas que passaram por nossas vidas em meio a uma tempestade, como um raio, vem em nossas mentes. Outras permaneceram anos e anos em nossa vida, mas se foram.
É como uma meta a ser seguida e depois de cumprida, só resta partir.
Sei que em algum lugar, alguém pensa em mim, lembra de mim, sente a minha falta, comenta de mim, tudo por simples rastros de saudades de algum momento ao meu lado.
“Nada como um dia após o outro”, carrego essa mensagem junto comigo sempre!
Saudade, palavra triste... Mas, que vem para trazer o em quando você sabe que irá matar essa saudade a qualquer hora.
E quando não se pode matar essa saudade?
É nesse ponto que digo:
Eita sentimento estranho, doloroso!
Mas, que faz parte de nossas vidas.
Se entregar a um grande amor e depois ter de presente a saudade do que foi vivido, nem é ruim, mas saber que sentira essa saudade sempre é o fim do mundo!

O lance é ser paciente, deixar a vida rolar.
Viver com amor é o mais importante e sempre olhando para o lado e vendo quem realmente esta do seu lado agora.
Aproveite para não viver depois só de saudades do que viveu e poderia ter vivido.

Viver de saudades não nos levará a nada.
Claro que tem a saudade boa, é muito bom!
Mas, aquela saudade que nos trás a tristeza, eu não acho legal.

Lembrar sim, faz parte “às vezes”.

Voar com os pés no chão é bem mais interessante!

(Sabrina Receputi)

2 comentários:

  1. Oiee... mto bom o texto!!!
    É seu??
    Um trecho bem legal é esse "Aproveite para não viver depois só de saudades do que viveu e poderia ter vivido"

    parabéns pelo blog, tá bem legal!!!

    ResponderExcluir
  2. Então, agradeço o elogio.
    É meu o texto sim.
    Beijo.

    ResponderExcluir