domingo, 2 de agosto de 2009

Casos e Acasos.



A cada dia percebo que o acaso não existe.

Existem casos que nos levam aos "acasos", mas como afirmar que foi por acaso?

Acontecem coisas na vida da gente que parecem ser do nada, por mínimo que seja ou não.
Dizem que são coincidências da vida, etc.

E quando acontece do nada de achar um grande achado, será por acaso também?
Qual o papel de uma pessoa que surge do nada em nossas vidas?
É tudo tão estranho, mas confesso que é interessante demais!
Estar bem só nos trás o bem.
Nós fazemos o nosso destino, pois ele não está pronto como dizem para cada um de nós.
Penso que tudo tem a sua hora de acontecer e ser desvendado, mesmo que durem 100 anos.
Respostas “esquecidas” surgem sem procurar por elas e assim desfazem “nós” que poderiam ainda fazer se sentir preso a tal situação.
Se observarmos os detalhes dos nossos dias, iremos descobrir que TUDO o que presenciamos não é por “acaso”, é resultado de um por que.

Será por acaso que essas coisas acontecem?
Acho um pouco confuso, mas faz parte da vida.


(Sabrina Receputi)

2 comentários:

  1. Além do acaso não existir, não adianta fugir dele. O que chamamos de acaso é sempre para o "bem", já reparou? Será então algum presente?

    Não sei... mas se for, é um presente que nós mesmos nos damos quando somos capazes de focar os nossos pensamentos para o que buscamos com o coração!

    Achamos sempre tudo estranho, sem explicação. E sempre a explicação tá na ponta do nariz... dentro de nós!

    Portanto... cuidado com os acasos que vc atrai!Mas, nunca deixe de abrir o presente!
    Usufrua-o com toda a intensidade que for capaz!

    O que a experiência me ensinou é que...
    POR ACASO...
    vc nunca vai arrepender!

    ResponderExcluir
  2. Palavras que se aprofundam em um mar de mistérios, mas que por ACASO, não me arrependerei.

    ResponderExcluir