sábado, 7 de novembro de 2009

Sim, é possível!




O tempo com um tempo faz com que o coração apenas carregue por dentro algo que restou de especial de um momento que foi bom, que foi importante.
O fato de esse momento ter sido vivido e “acabado” esperando ou não por isso existe sim uma alegria em poder olhar e dar um abraço quando é possível ter por perto.
Poder trocar algumas palavras, faz com que as lembranças venham e preencham o dia.
Sem segundas intenções, digo pelo lado do carinho que é possível ficar e ficou.
Fazer um verso em homenagem ao momento, cantar uma canção que lembre um olhar, um sorriso, isso tudo é valido desde que seja com carinho, com um pouco da afinidade que ainda há mesmo que seja até “unilateral”, afinal eu não acredito em um final seco, se existiu um sentimento legal.
Falo isso, me referindo a um alguém que passa pela vida de outra pessoa e deixa uma imagem boa, positiva, mesmo com o final.
Considero muito quando rola uma relação com respeito, de amizade ao terminar um namoro.
Ou seja: Os namorados se tornam ex-namorados e sim “amigos”.
O tempo coloca as pedrinhas nos lugares certos e com calma faz isso surgir desde que seja possível, sem estresses.
A cada dia, vejo que muitas coisas passam pela vida e não necessariamente é preciso viver aquilo até o final da vida, mas sim até o final “certo”, tendo o tempo para deixar um rastro bom, para que possa desejar um bom dia, uma boa tarde, uma boa sorte sem receios!
Apenas, faz parte carregar a sensação da saudade, da lembrança do que foi bom, do jeito que não se esquece e que agrada.
É legal poder pensar ou poder dizer para o outro:
Você soube ser especial!
Sim, isso é possível!
Seguir, independente do rumo, é o que na vida não tem como fugir.
É bom trazer os momentos que marcaram nas caixinhas das lembranças.
Nesse arquivo pessoal e íntimo, vale à pena guardar o que ao lembrar, trás um sorriso.

Saudade, sentimento bom quando é de um momento e especial.


(Sabrina Receputi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário