sábado, 25 de abril de 2009

Um pouco sobre Hello Acústico.




Hello Acústico é formado por duas lindas moças, sendo Erica Humber e Nathália Castro.

O diferencial é o uso do violino e da voz suave e forte ao mesmo tempo em determinados momentos de Erica Humber.
Nathália Castro usa o seu violão para fazer da musica mais envolvente, mas de forte marcação.
O estilo musical do Hello Acústico se preenche tanto do rock quanto do pop internacional.
No meio desta união, as releituras ficam com um toque bastante feminino.
A musicalidade dessas duas encanta por onde passam.
O Hello Acústico tem quatro anos de estrada e já fez shows em várias cidades.

Erica Moreira Humber, com apenas 22 anos de idade já tem uma formação musical muito bem definida.
Erica começou a aprender violino no Conservatório de São João Del Rei aos 8 anos de idade. Com o passar do tempo, participou ativamente de orquestras, grupos, bandas e quartetos como violinista e violista, foi também vocalista de uma banda de metal.

Nathália Castro Perdigão, foi para São João Del Rei, vindo de Bom Sucesso para aprender música.
De início, aprendeu bateria.
Hoje com 22 anos de idade, toca bateria e violão desde os 13 anos de idade.
Participou de algumas formações de rock, pop e metal.
Juntou-se com Erica, houve trocas de experiências musicais formando o projeto Hello.

Quer saber um pouco mais sobre essas duas meninas, entrem no site oficial do Hello Acústico.
http://www.helloacustico.com/audio.htm

Eu Sabrina Receputi, direi que vale a pena curtir o som destas duas moças.
Vale a pena se encantar com este encanto de musicalidade.

(Sabrina Receputi)

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Essa "tal" química entre as pessoas.



Ouço tantas coisas sobre essa “tal” química entre as pessoas que tentarei discutir um pouco sobre este assunto.

Em minha opinião, existe sim essa química, pois é algo que às vezes se torna inexplicável.
É algo mais forte, não só sendo uma atração física.
Acontece algo onde às vezes sem ao menos beijar a outra pessoa, o corpo já vibra por dentro, pensamentos vão criando imagens fantasiadas.
Mistura de paixão repentina com um desejo ardente.
Os olhares se misturam no meio desta confusão levada pelo instinto, onde tudo se corresponde no ato.
Em segundos, descobrem o que estão desejando nesta hora.
Ao olhar nos olhos, logo dá um frio por dentro que chega a dar calafrios.
É divino, é respirar felicidade, é ver o sol em uma noite de trovoada.
No meio desta química, nasce uma pitada de adrenalina, aventura, se faz do desejo pensado, realizado!
O beijo é mais forte, o toque é sensível, dá até choque.
São normais essas coisas.
Quando existe uma química, uma pessoa pode ficar sem ver a outra durante anos, que ao se reencontrarem, logo vem tudo novamente despertando por dentro.
Muitos se perguntam:
O que é isso? É incontrolável!
Fala sério!
Existe coisa melhor do que estar com uma pessoa onde tem essa química?
Tudo se encaixa tudo se torna explosivo de paixão, desejos.
É MUITO BOM! Ainda mais concretizando esta química.
Não se deve confundir o conforto de estar com uma pessoa com a química.
Acontece quando os componentes da mistura são diluentes, não reagentes. Um dilui o outro e nada mais. Nada muda!

Veja bem:

“Este é o primeiro e mais puro significado”:
Se duas substâncias têm química entre elas, é porque elas reagem entre si. Elas se atacam, deixam de ser elas mesmas e produz algo novo, um produto de sua reação.
Misture um ácido e uma base (alcalina) e você obtém certo sal e água. Não é só mistura; é reação, até explosiva em certos casos.
Sem reação não estamos falando de química, estamos falando de física, ou quando muito, de físico-química.
Em outras palavras, eles precisam, conforme sua natureza, serem complementares e reativos, e que estejam dispostos a reagir, a interagir. Podem até ser diferentes, mas se um não “despertar” o outro, se um não “provocar” o outro, continuam sendo uma mera mistura de dois diferentes.
Por mais que você agite e agite, nunca dá química. Assim que acaba a agitação, vai cada um para o seu lado, inalterável. Incompatíveis, não-reativos, apáticos, chamem do que quiser. Misture-os, gaste tempo e energia com isso, mas você continuará sem novidade alguma. E sem mudança.
Na liderança são os que seguem cantando “tu no teu cantinho e eu no meu”.


(Sabrina Receputi)

domingo, 19 de abril de 2009

Curiosa carreira de Myllena Gusmão Varginha.



Myllena, autêntica libriana, bem humorada, com idéias interessantes, com uma simpatia maravilhosa.
Foi criada pela avó em sua cidade natal e já cantava musicas de Rita Lee com dois anos de idade.
Com nove anos de idade, entrou para o coral da igreja e ficou neste coral até os onze anos de idade. Passou no vestibular para Medicina na UFJF, quando apareceu um professor de violão em sua cidade natal, Carvalhos - MG.
Todo o seu talento foi desenvolvido sozinho, mas claro que as poucas aulas que teve com esse professor, ajudaram.
Com o passar do tempo, Myllena foi criando maturidade, sabedoria e intimidade com a musica, até que começou a tocar nas noites da cidade.
Myllena já possui grandes trajetórias e vida de palcos. Tocou e cantou em vários bares de Juiz de Fora, fez shows pela Região, sempre conquistando mais e mais públicos por ai a fora. Myllena lançou em 2004, o seu primeiro CD, com 12 faixas, tendo uma canção interpretada pela cantora, sendo: É ouro para mim. Esta canção revolucionou Myllena em Juiz de Fora. Neste Cd, teve também a musica Agora Vai, composição da própria, sendo a mais marcante para a cantora. Nesta musica, se mostra como é importante continuar seguindo em frente sem se deixar abalar por um momento ruim.
Myllena além de cantora segue a carreira de medica também, mas sempre separando muito bem as duas coisas, sendo profissional em ambas. Os dois trabalhos exigem muita técnica, atualização constante e afloram a sensibilidade das pessoas.
Seu segundo CD foi lançado com musicas inéditas e regravações, dentre elas, Apenas Mais Uma de Amor – participação especial de Emmerson Nogueira.

Revelação musical na garagem do Faustão, Myllena surpreende com sua Música "Quando".

Palavras de Myllena no site http://www.myspace.com/myllena78.

“Quando fui gravar o CD todas as canções estavam prontas... exceto uma: "Quando". Então... fizemos o arranjo da música, gravamos as bases, mas faltava a letra e nada menos que o Refrão!!! No penúltimo dia de gravação eu sabia que não teria muito tempo mais e fui mostrar ao produtor musical, o querido Marcelo Sussekind, as minhas idéias. Ele foi curto, sem ser grosso, e disse que a música era fraca... que não merecia estar no CD e que eu deveria abandonar a idéia de gravá-la. Como sou eu justamente a pessoa que mais abriga "infratores e banidos" fui para casa com a fixação de fazer de tudo para que esta se transformasse na melhor canção do CD. Cabe a vcs decidirem... mas confesso que, aos pés do mar da Barra, fiz a letra da minha canção preferida... de todas as que compus... e ela se chama QUANDO”.

O vídeo foi enviado para este programa sem a idéia de que iria causar o que causou. Houve uma curiosidade grande da equipe do Faustão, pois o seu carisma e talento musical os despertaram e procuraram por Myllena, procuraram também pela pessoa que na verdade enviou o vídeo, pois nem Myllena soube de inicio que este “Clipe” foi enviado para o Faustão e levaram a cantora para cantar ao vivo no palco.
Foi muito interessante, um salto para Myllena.
Sua composição “Quando”, esta na trilha sonora da novela Caras e Bocas.

Myllena, você merece muito tudo isso que esta acontecendo em sua vida. À hora é essa e sei que você ira abraçar essa oportunidade não só para mostrar a sua voz para o mundo a fora, e sim para mostrar que você é uma musicista competente que sabe pegar o violão e cantar, compor canções marcantes. Parabéns por ser essa simpatia. Não só eu como a maioria, estamos aqui para te ouvir.

(Sabrina Receputi)

Se quiserem ficar por dentro do que rola na vida musical de Myllena, fiquem a vontade neste site. http://www.myllena.com.br/