domingo, 13 de setembro de 2009

... e a vida continua




Em um belo dia, você se deparou no meio de inúmeros por instinto natural caminhando, correndo, disputando para conseguir ser visto de outra forma, até que vence essa competição da vida.
É uma vitória perceber que mesmo sem ter noção do que estava acontecendo, daqui nove meses você iria ver o mundo de forma clara e diferente.

Os dias foram passando, você foi sendo cada vez mais mimado por todos, mais bem vindo na vida daqueles que te amavam e ainda te amam, contendo apoio, carinho, educação, sabedoria.

Os dias foram passando até chegar o primeiro aninho de vida.
Fotos e mais fotos guardando aquele momento, cada hora no colo de uma pessoa.
Gestos e manias sendo observados por aqueles que estavam curtindo tudo isso alegremente.
Os anos continuaram a se passarem, até que veio a época de escola, veio os ciúmes pelas professoras.
Festinhas e festinhas de aniversários até que vieram os sete anos de vida, pequena chateação da vida considerada grave para aquela criança inocente, sentiu a falta dos padrinhos que na verdade nunca compareceram.
Pelo lado do humor, foi o “primeiro” porre da vida, por tomar inocentemente uma deliciosa batida de pêssego pensando não dar efeito e ser apenas como um iogurte.
Os anos foram se passando, vieram as curiosidades, as paquerinhas, o primeiro amor, a primeira decepção, o primeiro trabalho e assim caminhando.
Mas quem vem em formatos de flashs tudo o que se passou desde criança até aqui, é fato!

Hoje, depois de 27 anos, me lembro das coisas que foram me acontecendo nesse tempo todo e sinto muito por muita coisa que poderia ter sido diferente, mas aprendo cada vez mais que nunca é tarde para nada!

Amar, chorar, sofrer, trabalhar, estudar, dentre tantas outras coisas fazem parte da vida de cada um, só que de formas diferentes.
Somos sementes de uma noite de amor e que devem ser trilhadas nessa estrada de inúmeros atalhos e trechos, mas que em algum momento terá fim e de encontro com uma rua certa sem qualquer tipo de desvio.

Eu agradeço muito por ser como sou e por ter tido a educação que tive, pois, eu sei que posso muito mais e é agora ou nunca!

A todos que estão comigo até hoje independente da forma e maneira, eu agradeço por permanecerem.
Afinal, se permanecem é porque é verdadeiro, certo?

27 anos de vida, isso me assusta!
Fiz um “replay” de tudo o que vivi até aqui.
MAs já com um "traller" do que está por vir, só para ter uma ideia.


(Sabrina Receputi)

"Bora" caminhar...




O tempo ao se passar, amadurece decisões, dúvidas, cria-se expectativas, “apaga” pegadas que resultaram-se em decepções por mais marcantes que foram, iniciam-se novas conquistas, dentre tantos outros fatos e acontecimentos.

O melhor é você sempre ser você, independente do que vão falar, do que irão pensar sobre a sua pessoa.

A verdade, transparência devem permanecer, mesmo que inventam por aí seja lá o que for.

Existem momentos que são pegos tão de “supetão” que faz em um segundo muita coisa não parecer estar acontecendo de verdade, mas, por mais que às vezes parece ser um “sonho” ou um “pesadelo”, é para provar algo para você mesmo, seja "hoje", seja para daqui "alguns dias" ou até mesmo "anos e anos".

É tudo muito relativo ficar aqui falando dessas coisas, mas eu desde o início do meu blog, não nego as minhas expressões, opiniões e até mesmo acontecimentos tirando como exemplos para aqueles que chegam e optam por ler os meus textos.

A Razão deve permanecer sempre!

Coisas com impulsos, palavras, olhares que podem mexer com o seu lado “ID” da coisa sim, mas não vale a pena, pois ao amanhecer o novo dia, nada mudara e você corre sérios riscos de se machucar mais e mais.

Caramba! É muito bom ter a sensação de fortaleza no meio de algo que até então poderia parecer ainda ser fraco ou um medo.
Pensar em sí e olhar para frente, observar o que ficou é muito interessante e real.

O amanhã é algo muito escuro, mas basta ser correto com o próprio sentimento.
Retirar do “ontem” apenas o que é de fato “nutritivo” para o agora é o que desejo e desejo para todos.

Queixas e mais queixas ficam cada vez mais para trás e nada mais faz sentido e nem me importa.
É bom e certo estar com quem realmente quer estar com você.
Com quem faz da saudade um “presente” doido para ser aberto.
Com aquele que faz do sorriso dado com carinho, um guia para um abraço sem igual e confortável.

A cada dia, é mais fácil aprender coisas de uma relação a dois.
Quebrar a cara faz parte da vida, sem dúvidas. Quantas vezes forem necessárias.
Continuo a bater o pé e dizendo que nada é por acaso.

A vida acaba sendo um jogo mesmo, mas há sempre aquele que ganha o tempo todo ou não, apenas vive blefando e pensa sempre estar no "poder".
Não sou contra perdoar, mas desde que seja de verdade.

A confiança é algo que vale ouro!
Para assim, poder caminhar de mãos dadas e sem recentimentos.
Sorrindo e cantando a vida.
As apostas que a vida proporciona em busca de um amanhã tranquilo são jogadas, tudo em busca de paz!
Fala sério, "bora" caminhar né?

Com o querer de alguém, não se deve mexer NUNCA!


(Sabrina Receputi)