terça-feira, 11 de maio de 2010

Festinha bacana.


No deserto florido da imaginação, nasce uma flor com o nome de “Sinceridade”.
Na evolução da raiz, não aparenta ter espinhos.
No colo da “Sereia” o "Aconchego" está coberto por suas escamas e encantado com o seu encanto, cantando alegremente para a sua alma que preza em chamar pelo “Prazer”.
Vestido comprido realça nas pedras em que sobre saem do mar, com uma arte, uma pintura única.
No seio da mãe “Natureza” germina um embrião chamado “Coragem”.
O sal que sai do sol queima como o sal que ta no mar, arde até adoçar o cérebro ligando todos os botões para a festa começar com a melhor DJ dos últimos tempos, a “Paz”.
Da sacada avisto uma chama que ilumina, deve ser parente daquela moça chamada “Estrela Cadente”.
Na porta bate o “Anseio”, pedindo uma xícara de açúcar há essa hora!
Na sala de estar, ofereço uma cerveja para o meu amigo “Anjo Da Guarda” e o agradeço por sua presença.
Olha que vou acabar oferecendo um risoto de felicidade para a minha idolatrada amiga e conhecida como “Gratidão” e a sobremesa sobre a mesa vai ficar por que dançarei a noite toda com a “Liberdade” um tango chamado “Amor”.
A “Emoção” também está vindo para essa festinha de “Glória” trazendo o senhor “Coração”, celebrando com clareza o dia dos bons.

Que dia é esse?

Ah, é o dia daqueles que freqüentam essa festinha bacana da “Gentileza” e quebra tudo com o funk da “Razão”.

O melhor de tudo é ter a certeza de que a união faz a força desde que seja para o bem e com amigos por perto de verdade.
Opa, mas falta a dona “Neblina” para acalmar a senhora “Ansiedade” que teima em atormentar o caçula da festa, o “Tempo”.
Esse anda devagar, mas passo a passo acompanha o moço que leva o nome de “Sorriso”.
Claro que eu não cairei nos braços da “Solidão”, nem tenho sentimentos por ela.
Prefiro conquistar o Zé da feira, conhecido como “Seu Sabedoria” que é pai da minha lindeza sendo a dona “Paixão”.
Cada história tem o seu início, meio e fim!
Nada como deixar acontecer tudo em seu tempinho e fazer como em um filme, onde no final tudo vai dar certo.

(Sabrina Receputi)

4 comentários:

  1. Eh, festinha bacana! Sabrina, muito bons seus textos. Sempre que acho que nao vai sair mais nada dessa cabecinha, BUMMM, vc posta outro texto bacana.
    Parabens, bjao.

    ResponderExcluir
  2. Genteeee eu amei! mto perfeito! Vc anda mto criativa! surpreendida!

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Veja bem: Rapha, obrigada pelo elogio e saiba que nessa cabecinha aqui tem muita coisa ainda para escrever nesse blog,rsrs mas, sei lá de onde vem isso. Surge uma palavra, uma ideia e quando vejo formei um texto onde me entreguei ao escrever. Beijooooooo!

    ResponderExcluir
  4. Olá "Dona Débora"... rs Obrigata também pelo elogio e vc sabe que escrever é algo que adoro e a criatividade tem sido mesmo mais intensa. Beijooo

    ResponderExcluir