segunda-feira, 21 de junho de 2010

Cíclo da vida




Semente que faz brilhar uma linda flor.
Pétalas de cetim envaidecem o meu jardim.
Coração vermelho em esplendor bate junto com o mais perfeito tambor.
Danças criam um ritmo da alegria, passos que pelas ruas seguem a sapatear.
Com um olhar se observa o mundo.
Confetes enfeitam todas as curvas das montanhas, aviões representam um belo pincel onde fazem surgir um perfeito arco Iris a cintilar no céu.
Quantas cores! Quanta simpatia!
Bandeiras em verde e amarelo representam o meu país, mas que satisfação, meu Deus!
Quanta certeza, quanta incerteza! Quanta crueldade, quanta beleza!
Sinal de que vivemos em um mundo mestiço.
Liberdades de expressões arrastam multidões ao descer o pelourinho.
Da cevada o samba surge embalando o nosso Carnaval em pleno Rio de Janeiro e dos meus pés retiro o sapato que até então, parecia tão apertado.
Quanta estrada para caminhar, quanta terra para pisar, quando asfalto aquecido desse sol, está tudo tão molhado por causa do temporal.
Frios aquecem o imaginário daquela criança sentada de madrugada sem ter o que vestir.
Palavras consolam aquela moça que acabou de perder o seu amigo maior.
Abraços incomparáveis de glória rolam por aí!
Temos muito que aprender e viver!
Quanta coisa acontece em um só dia, quanta coisa se perde em um segundo.
Quantas lágrimas já rolaram aquele rosto?
Quantas felicidades já sorriram por aí?
Quantas coisas escapam sem o olho ver?

É, e ainda resta a esperança de seguir em paz e livre.

Observar cada gesto, cada tiro, cada político, cada paixão... Tudo faz parte da vida e é muito bom viver tudo isso com os pés no chão para ensinar em um amanhã muito próximo para uma nova semente que germinara.

Assim, é o cíclo da vida!



(Sabrina Receputi)

2 comentários:

  1. Tudo lindo! Amei a foto, amei o texto! As mais variadas situações em que a vida pode nos colocar... rs

    beijoo!

    ResponderExcluir