terça-feira, 1 de junho de 2010

"Mistérios"




Dizem que a partir da meia-noite existe um mistério que nunca é desvendado nas caladas ruas da madrugada.
Mas, os mistérios só são mistérios depois das 00h00min?
Imagina você do nada caminhando em plena luz do dia e do nada lhe surge um “mistério” onde as coincidências são atraentes com traços envolventes, digamos que de um lado da moeda é meio “Don Juan” e do outro lado, meio “Branca de Neve”.

Mistura misteriosa, não?

Mas, como assim?

Medo! Perigo?

Que nada... Pra que?

No decorrer da carruagem os mistérios vão se desvendando e o foco distorcendo em palavras firmes e fortes, mas tudo com um sabor de curiosidade.
O imaginário começa a trabalhar mais do que nunca para tentar desenhar um rosto, decifrar uma voz, sentir um abraço mesmo vindo de um lugar distante.
Opa! Mas, invadiram os meus sonhos! Como pode? Nem sei ao certo quem é!
É os olhos estão arregalados e bem a espionar.
Às vezes o acaso coloca na mesa um prato cheio de interrogações e sinceramente, a sobremesa se torna um copo de água com açúcar para acalmar a vontade de ver, de falar.

Ops! De onde veio? Qual a missão? Por que disso?
É, responder com outra pergunta não vai valer, então vamos deixar o mistério mais uma vez tomar conta.
Os dias vão se passando e vão criando um pequenino laço, sendo o de atenção, o de elogios.

“Toc-toc” alguém aí para me deixar entrar e descobrir o que está acontecendo?
Só não pode perder o ar da graça para se tornar irresistível.
Por enquanto só vejo letras que sobre-saem de uma tela e é essa curiosidade de saber o que se tem do outro lado é bem maior, mas já diz o ditado: “Tudo na sua hora certa.”

A cada dia um capítulo escrito na memória, a cada dia um acontecimento novo e a simplicidade de seguir alegremente vai seguindo de acordo com as rodas dos carros que se passam por mim, de acordo com as luzes que se apagam quando chega à noite e de acordo com os meus olhos que estão vidrados nessa história.

(Sabrina Receputi)

3 comentários:

  1. Uau! Que texto envolventee! Muito bomm

    beijo!

    ResponderExcluir
  2. Esse texto, Dani... se resume em um mistério.rs
    Escrevi de coração, independente do final dessa história.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Curti muito seu blog. Parabéns!
    ^^

    ResponderExcluir