domingo, 15 de agosto de 2010

Sentir é questão de sensibilidade.


A cada dia que se vai, momentos vão sendo vividos, além de sentidos, cada um com a sua forma e, olhar ao redor é o “X” da questão.
Claro que existem aqueles que adoram freqüentar a vida dos outros e nem fazem uma moradia certeira, o que também faz parte. Mas o melhor de tudo é esbarrar no meio do “nada”, com palavras doces e uma pergunta que se escapa como se fosse uma magia. Com isso, sorrisos se esbaldam no meio de uma pista repleta de confetes a cair sobre esse querer.
Existem também aqueles que adoram tentar estraviar relações alheias.
Basta confiar!
Seria muito pior ficar trancafiado com rosas já mortas e jogadas em desertos solitários, mas basta amar a vida e dizer “sim” ao bom que vem com o vento.
O dia-a-dia faz do hoje, muito mais real e curtir os momentos de felicidades é o melhor que está tendo, acredite!
Desejos se misturam devagar, onde a pressa nem faz questão de aparecer, independente do amanhã. O bom é que de fato o hoje está sendo sentido em plena ousadia de trazer bons fluídos. Tentador, não?
Às vezes nem parece ser verdade essa forma especial de curtir esse sorriso que vem envaidecido com um belo par de covinhas e que fazem questão de desenhar um rosto feliz.
Na vida, temos que deixar acontecer belos verões e invernos. Só assim que se conquista o paraíso, com sinceridade e capacidade de fazer acontecer!
Dizem que quem inventou a saudade é maluco e covarde com si mesmo, mas veja bem:
Isso não é gostoso?
Ah é! Faz ter “liga”, se é que entende o lado saudável da coisa.
É bom quando vem a vontade de estar acompanhado com o poder estar.
Perambular pelas ruínas do não saber se resume em não querer uma realidade de sonhos, que apenas fantasiam máscaras. O interessante é juntar essa realidade com a fantasia e assim cantar livremente ao sentir a chuva molhando os olhos que admiram todo esse sabor.
Abrace, beije, fale o que quer dizer... São coisas importantes e o principal é: fazer por onde ser real, para que a reação seja recíproca na mesma altura e sintonia.
Sentir é questão de sensibilidade.
Não há nada mais bonito do que cuidar para ser cuidado com carinho.

Atenção é tudo, tanto em uma amizade quanto em um relacionamento.

Boas energias é o que se deseja e se espera!

Eu desejo e espero...



(Sabrina Receputi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário