domingo, 19 de setembro de 2010

Os "5" sentidos da paixão




No caminhar de um desejo, dois corpos se encontraram e lançaram simultaneamente com os seus "arcos e flechas", uma flecha certeira em chamas de uma paixão que ate então, parecia nunca acontecer.
Olhares não negam a sintonia que acalma a alma e que quando estão conectadas, se tornam uma energia só por tamanha cumplicidade.
Claro que todos sentem na pele os "cinco sentidos" que fazem parte de cada um, mas quando se trata dessas duas almas, se fala em magia, em encanto desabrochando em plena primavera desfazendo os temporais.
Um jardim esta a brilhar dias apos dias, germinando um calor muito mais ardente que o sol.
Em uma altura tamanha, o primeiro beijo foi carimbado em uma linda estrela guia.
A lua na grandeza desse céu, apenas enfeitou o cartão postal que arquivou um dia especial em dois corações.
Nos cinco sentidos dessa paixão, o cheiro se torna único, o toque simplesmente irresistível, o gosto com um sabor de flamboyant, os olhos observam tudo e a audição escuta sussurros e palavras secretas que causam arrepios.
Assim é uma conquista sem pressa!
O prazer vem em clima de furacão que arrasta tudo e faz loucuras para mostrar que está presente.
A sinceridade abafa qualquer medo e a solidão passa longe, em um local desconhecido. Imagine você, observando um deserto dando a luz a uma bela orquídea... Parece impossível, mas basta estar preparado para deixar essa semente fazer moradia.
É bom ter a sensação de estar ocupando um pensamento, sendo que esse alguém pode estar ocupando o seu, na velocidade de uma bala. Nada mais especial que amanhecer e ver ao lado um amor absoluto, doce. De fato, não existem palavras para explicar quando alguém chega chegando, apenas vale muito mais sentir e ao beijar, deixar que os cinco sentidos façam o resto.
Porque é o que sempre digo aqui: um verdadeiro beijo não se beija, apenas se sente!


(Sabrina Receputi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário