quinta-feira, 29 de abril de 2010

Cheiros...




Cheiro é tudo!

Cada flor tem o seu cheiro, a sua forma, a sua delicadeza ao ser tocada.
Não tem coisa mais gostosa do que se aproximar de uma linda flor e sentir o seu toque na pele e o seu suave perfume.
Isso faz toda a diferença e preenche qualquer espaço.
Assim acontece com cada um de nós na vida de alguém.
Estar perto de alguém querido é algo que satisfaz.
Existirão sempre perfumes que marcarão na vida de alguém e se tornarão únicos.
É como uma música que ao ser tocado vai à mente e parece voltar no tempo ou até mesmo trazer a pessoa até você.
Acho tão delicioso fazer os cinco sentidos aflorarem com apenas um cheiro bom.
O olfato acorda e faz do toque a sensação de provar o que é visto, até ouvir sussurros.

É, esse lance de pele, cheiro é fatal.

Mas, nem sempre quando a linda Flor tem o melhor perfume, a melhor pétala, é a mais gostosa. Muitas, estão ligadas no capricho e esquecem que o amor próprio conta muito.


Cuidado!



A Flor

Já não tenho caprichos - pensa a flor.

E o que é uma flor sem caprichos? - continua ela a reflectir.

De que me serve o meu cheiro inebriante se não tenho ninguém para me cheirar?

Então, e de que valem estas cores bonitas se não me posso passear e mostrar?

… aí! o que eu não dava para poder andar! (grande suspiro)

Ufa! Ainda bem que não sou caprichosa!




(http://neptunices.blogspot.com/2008/12/flor.html)


(Sabrina Receputi)

Partiu.




Já não importa o que quer fazer ou até mesmo dizer.
Caminhos se perderam e agora se desviam cada vez mais.
Algo congelado quer gritar de tanto que parou no tempo.
Opa está se movendo em direção à liberdade interior.
Sim, de volta ao mundo partindo e seguindo em busca do bom, do dom de viver realmente algo sincero e sem pressa!
O que está por vir?
Não sei.
O que pode encontrar pela frente?
Não sei.
Páginas desde os primeiros passos foram viradas e apenas anexadas nas lembranças e essa será apenas mais uma, basta acreditar e ter força de vontade.
De onde vem essa força?
Não sei.
Com cabeça erguida as lágrimas serão desviadas ou até mesmo evitadas.
Curtir os amigos, curtir o lar, a vida é algo muito bom.
Uma bela maquiagem pode ajudar a evitar o desanimo que às vezes pode surgir em toda a face.
O importante é estar vivo e perceber que nem arranhou como parecia, mesmo que seja daqui muito tempo.

(Sabrina Receputi)

Vida nova!





O coração parece não bater quando o medo da perda aflora por entre as veias anestesiando todo o raciocínio. Vale lembrar que nem toda perda é fatal, umas são essenciais para o amadurecimento.
É algo que não existe uma explicação, apenas tem de acontecer e pronto!
Nem sempre é bom seguir ou ouvir esse coração e sim pensar com a razão e observar o tempo.
As lagrimas teimam em rolar, eu sei.
Mas, calma! Abstrai.
Tudo o que é bom, é de fato difícil. Então passar por maus momentos fazem parte de todos nós e por mais escuro que fique o caminho a ser seguido, sempre haverá uma luz, mesmo que seja minúsculo e ofuscado.
É muito triste observar que o trem às vezes sai do trilho, mas acredito que não é por acaso.
Não somos de ferro e uma hora a casa cai, as máscaras se tornam feias e são tiradas mesmo que seja sem querer.
O coração desaba, mas isso se reconstrói e quem ajudara?
O tempo.
A cada segundo que está por vir, basta fechar os olhos e dizer:
Vida nova!


(Sabrina Receputi)