quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O destino esta nas mãos dos que sabem seguir




Existem palavras que tocam profundamente o nosso dia a dia.
Algo que não se sabe ao certo de onde vem, mas chega a ser mais forte que um furacão que arrasta todas as palavras do dicionário deixando apenas o silencia.
Talvez por tamanho elogio ou ate mesmo palavras ruins tudo acontece.
O sino que toca agora nem é o das 18 horas avisando à hora da Ave Maria. É o sino que vem de dentro e que alem de tocar, comove avisando o momento exato de uma partida ou chegada. Nunca se sabe! É hora de o dia acordar, é hora do trançar dos passos que passeiam sem rumo, mas que sempre chegam a algum lugar enquanto outros saem. Nada se perde ate o momento em que se encontra o que parecia estar perdido.
As ondas que chegam à beira da praia, deixam somente em um corpo o sal que limpa todo esse mistério simbolizando a paz corporal e sentimental.
Nas areias de uma estação qualquer, um coração foi desenhado com apenas um palito e em letras de formas cifras deram o ar da graça. Coisas que só quem esta envolvida, sabe. Tudo faz valer à pena e a hora é sempre o agora!
No radio toca uma canção que mesmo com a pilha fraca, uma sensibilidade é sintonizada em pura emoção. Sinta a vibração!
Um chute pra vida é um gol certeiro pro futuro. Cedo ou tarde, seguir é o caminho tranqüilo da certeza.
Não se maltrate pelo o que não o pertence e sim busque o que o destino o reserva, sempre!
A vida é só um berço da liberdade de escolha.
O destino esta nas mãos dos que sabem seguir...


(Sabrina Receputi)

Assim se segue, em um desabafo sem fim!

Com os pés descalços, as marcas vão sendo cravadas no peito de quem ama, ate a areia sente cada momento, como palavras ditas que certamente não voltam mais.
Na grama, uma ventania embala uma tempestade que já vem chegando, os trilhos deslizam bem o peso que por eles passam meio que desgovernados.
Pessoas vazias preenchem o planeta e o frasco também esta por um fio, com uma única gota a exalar todo esse perfume. Odor que arde o cheiro de quem sente, é muita poluição mental. Políticos, Ladrões, Marginais por toda parte, se protejam!
Rios que cortam o coração deságuam na escuridão de um infinito que ninguém sabe qual é. Asfaltos gastos e os sapatos nem suportam mais andar sobre essa sujeira, estão mais gastos ainda!
Arvores de verdes estão negras por tamanho fogaréu.
Dinheiros em cofres desconhecidos e coitado daquele que leva a vida com ganância.
Felicidade blefando o sorriso dos que nem conhecem o amor.
Fácil demais atingir o patamar em plena "putaria", difícil ser visto com bons olhos ou ate mesmo permanecer no glamour da ilusão de ser grande.
Um dia a casa cai e que sobrevivam os bons, porque de espertos o mundo esta farto. Nunca se sabe quem é o vilão ou o mocinho e não sou eu quem vai dizer.
Cada um que faça a sua parte e que os superiores honestos, fiquem ligados! Na vida é importante ter conhecimento e ser sábio. Esses dois conceitos não caminham bem separados.

Assim se segue, em um desabafo sem fim!

(Sabrina Receputi)

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Nem é ruim viajar no tempo...


Veja bem!

Uma correria acabou de passar por aqui, mas quem era?
Uma voz respondeu:-
É o tempo tentando se safar das horas que o perseguem.
Mas, para que? Ele não vai parar!
E mais uma vez a voz responde:
-É eu sei que não ira.

No meio de tantos segundos, os minutos vão criando maturidade e daqui anos e anos, nota-se que o tempo já foi um segundo cravado no peito junto do pulsar e em forma de um único ponteiro.
Na matemática da vida, tudo se multiplica ou se perde nas equações de um grande amor.
Olha! Já são seis horas da manhã!
Agora, falta pouco para que o dia anoiteça e nem foi solto o gabarito da prova de fogo de hoje, onde dois corpos podem tudo e assim se transformarem em um só, se tratando de uma igualdade sentimental.
O clima parece esquentar em um segundo!
Opa! Faltam 10 segundos para o bonde que já vem vindo, não vale deixá-lo passar por mais atrasado que esteja ou adiantado.
Os segundos estão por toda a parte, marcam ate o tempo da musica que marca esse momento.
Os olhos piscam em menos de meio segundo e o tempo permanece em erupção com o que esta ficando para trás.
Nas somas da ilusão, tudo complica e na realidade se tem um resultado exato nas conseqüências que muitos pagam para ver.

Tudo se resume em números?
Quantos anos você tem?
Que horas vai chegar ou partir?

Ao olhar para o calendário, tudo isso se explica e a idade amadurece dias apos dias nas contas da vida.
O inconsciente trabalha por nós no cronômetro imaginário.
Pare não!
O amanhã vem a galope em seu cavalo branco que consegue ser mais veloz que um querer.
Desejos são resultados de uma vontade guardada a sete chaves e o segredo só é desvendado com raios ultravioletas que sai do corpo queimando ate a alma.
Vamos sorrir, vamos brincar!
Marcando o tempo se conquista um território jamais tomado por alguém, sendo o "eu" que existe dentro de cada um de nós.

Agora, quanto ao tempo, deixe que ele se resolva com todos que o cercam.

Nada é por acaso e dentro dos parâmetros naturais, cada um tem aquilo que pertence.

Nem é ruim viajar no tempo...


(Sabrina Receputi)

Vai alem do imaginário!




No meio de tantos aviões a cortar o céu, encontram-se duas borboletas a seguirem a ventania que assopra de acordo com os pássaros que cantam repletos de fissuras. Freneticamente, embalam a natureza que cobre um desejo com belos sonhos ao anoitecer.
Orquídeas podem até surgir em um solo que se encontra preparado por estar revertido com placas de boas intenções, basta usar do canto, um encanto para que as coisas aconteçam vagarosamente.
Desafios são atravessados a cada dia e um noticiário interno, permanece antenado no glamour de se entregar com carinho e de maneira natural.
Olhos ligados no canal da paixão que arde ate a alma.
Se fica longe por 5 segundos que sejam, uma saudade faz surgir no céu uma constelação de desejos.
Charmes chamam a chama que se acende mais e mais ao olhar nos olhos.
Nos pensamentos, surge uma moradia sem pedir licença e esse lance de frescura sentimental nem acompanha o raciocínio.
Faz bem viver uma calmaria dessas que gruda feito um grude ao se encontrarem nesse céu azul de felicidade.
Claro que o perigo existe, não é legal sobrevoar acima dessas nuvens que, um nome desenha com penas douradas de belos canários apaixonados.
Pode ate voar, mas de forma visível e crível em meio à multidão.
Provocações negativas não fazem parte desse “menu", basta acionar o automático e observar somente o que merece ser acionado, afinal, se tudo esta acontecendo, é sinal de que o "start" foi apertado há dias atrás.
Um tiro certo acertou um lugar que não é tão fácil chegar, nem adianta explicar e sim sentir é o melhor além de ideal.

Palavras são ditas e ouvidas com atenção, assim é de se esperar, sempre!

Vai alem do imaginário!

(Sabrina Receputi)