sábado, 25 de setembro de 2010

Eternos Apaixonados




Porque que quando estamos apaixonados, tudo parece diferente?

Veja bem:

O sorriso se transforma em gargalhadas.
O céu ensolarado se torna uma tocha que faz desse sol um coração.
A gente conversa ate com formigas e pula canteiros por tamanha emoção. Faz da chuva um cenário de amor, faz da fantasia realidade.
Acorda só para ver o outro dormindo, agrada ate por pensamento. As estações parecem se transformar em uma só.
Basta estar perto e não fazer nada que tudo é bom.
Coração bate forte, as mãos suam, a voz estremece, os olhos procuram nas ruas, pensamentos pensam por onde andara...
Sintomas entregam uma paixão que faz do desejo uma pimenta tamanha.
Ser um eterno apaixonado não é nada ruim.
Ser criativo é curtir cada segundo e mesmo na distancia, não deixa cair à freqüência dos apaixonados, permanecendo conectados.
Porque muitos temem em dizer que uma paixão não caminha com o amor?
Claro que sim.
Preferem aceitar que um amor é rotina, é tristeza.
Se sentir apaixonado faz bem pro ego, pra pele, pra vida e acompanhado do amor é melhor ainda. Basta saber dosar e sentir cada instante.
É como saborear um bom vinho que aquece que empolga que incendeia acompanhado com goles de água. Comparação fácil para um bom entendedor!
A paixão nunca deve perder o seu foco, as suas chamas.
O amor é companheiro dos melhores momentos tranqüilos.
É como a tempestade junto da calmaria que a agasalha.
Bobos são aqueles que se afogam no pior e se englobam no sinônimo de amar que dizem ser sofrer.
Enquanto isso, virem cambalhotas de alegrias aqueles que sabem viver em paz como eternos apaixonados, prontos para o melhor sempre ao lado de um grande amor acompanhado de uma grande paixão.

É raridade, mas existem pessoas assim.

(Sabrina Receputi)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Baú de um HD pessoal



Futricando em arquivos, uma imagem real se revelou e é notável a pele macia feito um pêssego aveludado.
Traços são gravados em flashs em sigilo absoluto.
Os olhos brilham feito as estrelas no céu da boca que com lábios carnudos, sorri sem parar com o sorriso mais gostoso do mundo!
Dentes brancos feitos nuvens de algodão transmitem a paz e a pureza de uma água cristalina.
Fotografias recortadas, outras em preto e branco, envelhecidas talvez, mas cada uma com um potencial e um brilho nada comum.
Em cores tudo vira um arco-íris na minha mente e a sensualidade fica arquivada nos flashs que iluminam toda essa beleza que mais parece um anjo.
Pôses revelam uma suavidade inigualável.
Sim, um lindo esboço passeia nos pensamentos de quem admira esse momento e sente nos póros um arrepio profundo.
Suas qualidades não escondem o seu glamour que se encaixa no horizonte dos meus sonhos.
O toque parece uma pétala a se soltar dançando assim no vento.
Luzes destacam um rosto marcante e com os olhos de bolas, olham para mim através de uma simples fotografia.
Não importa o formato, mas essa imagem não se cansa de me assaltar e não importa como ela me revela e me entrego cada vez mais nesse filme que passa quando chega à saudade.



Essas imagens se juntam e não se apagam do baú que minha mente fez só para guardar essas fotografias que só os meus olhos fotografaram e fotografam, arquivando todas
em uma pasta secreta em meu HD pessoal.


(Sabrina Receputi)

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Receita apaixonante




Um frio arde por dentro fazendo perder o ar por desenhar no pensamento cenas envolventes, que fazem chover pingos de sedução.
Uma conquista ainda maior é revertida com apenas uma musica que faz do imaginário um palco com inúmeras apresentações delirantes.
É possível sentir como seria estar bem perto e fazer acontecer tudo isso em um passe de mágica. Chega a tirar o sono!
Melhor não imaginar mesmo e sim sentir cada instante.
Na boca vem o gosto do beijo que faz da vontade refém do prazer.
Uma fantasia entre duas pessoas surge assim, no meio de uma doçura coberta com uma deliciosa calda de chocolate.
O mel que recheia todo esse encanto, abelha nenhuma é capaz de produzir!
É uma receita apaixonante que deixa o coração em um segundo palpitando mais que todas as baterias juntas em pleno carnaval e dança de acordo com esse ritmo que embala o pensamento e canta baixinho bem ao pé do ouvido com um simples vai e vem.
A vontade de abraçar aumenta e faz surgir um grito que vem de dentro, abalando toda a estrutura, trepidando de desejos incomparáveis.
Uma paixão assim protege todo o amor que esta no ar e faz gostar um do outro cada vez mais.
Ser sincero transforma a relação em um parque de diversões, onde a emoção em estar junto nunca acaba e a atração se torna fatal.
Amar é se entregar e o conjunto que o acompanha são gostosos demais, da até vontade de morder.
Basta cuidar e viver com carinho, com paixão, com amor compreendendo a liberdade dos pássaros que se apaixonam pela arte de se sentirem livres para amarem com verdades.

"Feche os olhos, sinta o quanto esta próxima, sinta com as mãos o corpo que dança vagarosamente.
Pode ser que verá tudo isso, mas antes, respire e sinta o perfume que toma conta do ambiênte.
Passeie as mãos e abra os olhos lentamente, observe o quanto é real cada batida que faz esse corpo remexer tranquilamente.
O que esta por baixo dessa fantasia é segredo.
Cuidadosamente, o calor toma conta e penetra nesse corpo que pertence a um desejo duplo, puro e único. Palavras se perdem e se encontram em uma excitação ilustre que embala esse momento..."


Obs. Uma história secreta nunca deve ser desvendada assim e sim deve ser vivida para sentir na pele o gosto que tem!

Uma fada reina em nessa primavera embreaga as flores com o suor que sai do sol.

(Sabrina Receputi)

domingo, 19 de setembro de 2010

Os "5" sentidos da paixão




No caminhar de um desejo, dois corpos se encontraram e lançaram simultaneamente com os seus "arcos e flechas", uma flecha certeira em chamas de uma paixão que ate então, parecia nunca acontecer.
Olhares não negam a sintonia que acalma a alma e que quando estão conectadas, se tornam uma energia só por tamanha cumplicidade.
Claro que todos sentem na pele os "cinco sentidos" que fazem parte de cada um, mas quando se trata dessas duas almas, se fala em magia, em encanto desabrochando em plena primavera desfazendo os temporais.
Um jardim esta a brilhar dias apos dias, germinando um calor muito mais ardente que o sol.
Em uma altura tamanha, o primeiro beijo foi carimbado em uma linda estrela guia.
A lua na grandeza desse céu, apenas enfeitou o cartão postal que arquivou um dia especial em dois corações.
Nos cinco sentidos dessa paixão, o cheiro se torna único, o toque simplesmente irresistível, o gosto com um sabor de flamboyant, os olhos observam tudo e a audição escuta sussurros e palavras secretas que causam arrepios.
Assim é uma conquista sem pressa!
O prazer vem em clima de furacão que arrasta tudo e faz loucuras para mostrar que está presente.
A sinceridade abafa qualquer medo e a solidão passa longe, em um local desconhecido. Imagine você, observando um deserto dando a luz a uma bela orquídea... Parece impossível, mas basta estar preparado para deixar essa semente fazer moradia.
É bom ter a sensação de estar ocupando um pensamento, sendo que esse alguém pode estar ocupando o seu, na velocidade de uma bala. Nada mais especial que amanhecer e ver ao lado um amor absoluto, doce. De fato, não existem palavras para explicar quando alguém chega chegando, apenas vale muito mais sentir e ao beijar, deixar que os cinco sentidos façam o resto.
Porque é o que sempre digo aqui: um verdadeiro beijo não se beija, apenas se sente!


(Sabrina Receputi)