quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Nunca... ! ?




No "cala-se e fala-se" da vida na vida, nota-se um cálice, onde um suave vinho adoça uma flor aparentemente solitária, mas nada só.
Olhos que na luz brilham feito uma estrela, observando os lentos passos de uma singela lesma, como também a velocidade traiçoeira de um gato.
Sorrisos sorrindo, e nunca se sabem se é de alegria ou ironia.
Abraços abraçam, e nunca se sabe se são seguros.
Isso faz pensar, faz os pés ficarem cansados, mas nunca desanimados.
A clareza de uma água, nunca será suficiente para refletir que palavras ditas, nunca voltam.
Em madeiras são pregadas diversos pregos, assim são frases arquivadas na mente.
Que tal retirar um prego dessa madeira?
Sim, é possível! Mas, a marca ali permanecera.
Seguir seguindo os rastros calorosos do sol faz do frio fixinha perto da falta de assunto.
Saber lidar com semblantes que nunca se sabe qual ser sincero faz parte e é importante. Vamos ter maldade?

Mas, qual maldade é pra ter?

Nunca se sabe!

...

Ah! Nunca se sabe?



(Sabrina Receputi)

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Nada de castelos de areias




Às vezes os pensamentos ficam tentando desvendar mistérios que só a gente sabe que acontece na calada da noite ou ate mesmo no raiar do dia.
Quanta gente perdendo o mel de uma união sadia, quanta gente se aquecendo no vapor do amor que chega a dar ate insolação.
Qual será o amanha de um coração completamente apaixonado hoje?
É lindo sentir essa energia boa que bota pra ferver tudo o que ha de bom no caldeirão do amor.
O coração acelera e bate forte, feito um bumbo na quadra do salgueiro ou na avenida fortalecendo o arerê da alegria.
Gostoso quando os olhares deixam transparecer a paz em estar juntinho independente da hora, do local.
Quando uma semente vira um fruto saboroso, quanto mais a boca sente o gosto, mais o fruto se torna macio e doce, deixando salivar de vontades.
Flores encantam essa noite que já vem vindo acompanhado de uma linda primavera, os pássaros cantarolam a melodia da sedução ao ver o sol surgindo por entre as nuvens, radiante e sorrindo, esquentando a alma.
Desejos se misturam e se fortalecem cada vez mais, chega a dar calafrios. Sinta!
Em uma época difícil de relacionar, afinal muitos por ai apenas vivem a atração, nada sentimental, um castelo enfeitado com diamantes é construído. E nele, não ha Rainha ou Rei e sim duas Princesas com um mesmo ideal.
A liberdade de expressão esta no meio de nos e muito mais a liberdade de amar seguindo os rastros da paz em dizer: Vem comigo!
Basta sentir o aroma que esta no ar, é de cereja incrementando a doçura de uma paixão dengosa.
Só se constrói um castelo de areia quem não tem noção da maldade dos ventos, aqui o especial é que esse castelo passa longe do imaginário, pois é de aço e muito real!
Saber curtir cada momento ao lado é respirar naturalmente sem receio com a poluição que muitos adoram fazer em nosso ambiente.
Quando a gente menos espera, o que eram dois se transforma em um só ser.

Isso tem um nome: Cumplicidade.


(Sabrina Receputi)

domingo, 10 de outubro de 2010

Vale muito se proteger




Uma saudade que tem a capacidade de dominar pensamentos, trás um recheio especial em uma relação que deixaria no ar uma interrogação se essa saudade não batesse.
Acredita-se em várias maneiras de amar alguém, mas quando é de corpo e alma, quando é natural cada sorriso trocado acompanhado de um olhar, não tempo preço.
Apenas tem a contagem regressiva de reencontrar novamente esse ser, de poder dizer o quanto foi boa essa distancia para que justamente possa ver que não é apenas um namoro qualquer.
O tempo se torna inimigo por estar longe de quem se gosta, e passa a ser observado para que os dias passem logo.
Muitos adoram a distancia para usufruir da “sacanagem” dentro da relação.
Acho tão bonito além de interessante, uma satisfação dos passos que serão dados.
A confiança nasce assim, com pequenos gestos. Muitos ignoram o mais importante, sendo a clareza entre duas pessoas. Acham que realmente está na moda uma traição, uma mentira, mas sempre se esquecem do amanhã.
Uma solidão dói e arde mais que um fogo!
Valorizar o próximo é se valorizar junto, na mesma intensidade.
Acredito mesmo naquela frase antiga, sendo: “Quem ama, cuida”.
E cuida mesmo, ou vai dizer que quem ama não está nem aí?
É gostoso quando uma energia positiva nasce e faz com que passos seguem somente para frente, sem ter um porque de pensar em uma pedra que machucou esses pés que pareciam cansados de tentar seguir.
Guardar um amor para alguém especial é algo delicioso, o coração bate forte.
Existe acontecimentos que fazem os pensamentos levitarem de emoções, desenhando nos lábios a vontade enorme de beijar e dizer: Eu Amo Você!
A gente nunca sabe como agir quando percebe estar gostando de verdade, mas não tem porque procurar um por que e sim vive e sentir no fundo da alma essa paixão macia e doce.
Repartir um sentimento puro é degustar o melhor fruto da vida.
O silêncio faz do viver uma maturidade maior de pensar e agir certo nas horas certas.
Os corpos se misturam de diversas maneiras com apenas um toque, isso é impressionante.
Os olhos se entregam, basta olhar.
A vontade de estar perto é delícia demais para quem sabe sentir isso a flor da pele.
Não vamos julgar o amor incapaz de trazer felicidades, só trás infelicidade quando não se entrega com verdades.
Hipocrisia ignorar algo dengoso assim.
Sei que é raro um amor que se resume em paz, mas não temos que dar valor à inveja daqueles que só pensam em atrapalhar e sim mostrar que não está nem atrapalhando, por ser tão forte o que está sendo construído, como uma barreira de aço.
Ser fã de um querer benigno é ser cultivar bem estar, sempre!
Apagar os que fazem o mal é a melhor coisa do mundo!

Vale muito se proteger!


(Sabrina Receputi)