domingo, 30 de janeiro de 2011

... Se perdeu





Que dia bom... Bom dia!

Que noite boa, de noite.

Que beijo quente, almeja.

E esses olhos? Me veja!


A distância cansa se não alcança...

O desapego se apega ao entardecer.

A insônia sonha com uma bela manhã,

E o vento bate na porta para encorajar indulgente.


Desejos e pensamentos se misturam,

Escreve um livro, o do viver.

Um medo invade a calma que aflora,

Perdendo a fúria de um poder.


Quem é você que mora em meu coração?

Quem é aquele que virou a esquina?

De quem é aquela paciência?

Para quem foi aquele querer?

Fui-me e... Me vou.


Há tantos caminhos...

Existem tantas rédeas...

Para que tanta coisa?

Existe apenas um grão de areia,

No meio de tantos que, se perdeu.


...


Audio do próprio texto: http://t.co/WpoUIjq


(Sabrina Receputi)

3 comentários:

  1. Tirei um pouco do atraso por aqui rs
    O amor está no ar, as palavras saem até mais bonitas! hehe

    ResponderExcluir
  2. Que isso hemmm!!! menina inspirada hehe beijos

    ResponderExcluir