terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Que seja só de "Você"


No límpido de uma doçura, nasce o mel que faz de uma abelha, "Rainha".
Das margens que faz do meu "Eu" em "Você", tira-se uma atitude: A de viver o "Nós"!
Do Astro que chamamos de Sol, sinto-me em seu vapor.
Na grandeza de uma vida, nota-se a liberdade de sonhar em dizer: "Te Amo".

De olho nos olhos que me guiam, me sinto refém.

Se for para eu me embriagar, que seja só de "Você"!

A sua boca morde, e mostra os caminhos que esse "Éden" tem.

Com o seu toque, as sinfonias se completam em uma só consonância.

No ápice de um desejo, o "bombo" treme com esse seu poder de enfeitiçar.


(Sabrina Receputi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário