domingo, 13 de fevereiro de 2011

Mais uma vez, o BBB

"Abrindo espaço em meu Blog para a minha amiga, Amanda Sotero. Texto sobre o BBB11, ou seja: Mais uma vez, o BBB".


Muita gente já deve ter se perguntado por que a Globo, ano após ano, investe tanto no Big Brother Brasil se, apesar dos esforços da produção para que pareça sempre algo inédito e surpreende, vemos as mesmas coisas: pessoas aparentemente comuns, que vivem aparentemente situações do dia a dia (como tomar banho de biquíni e sunga, por exemplo) e no final um idiota sem cultura, sem inteligência, sem educação, grosseiro, preconceituoso e que não vai acrescentar nada a humanidade, vence. Então por que a audiência para este programa é garantida?

Podem meia dúzia de intelectuais (ou falsos moralistas) torcerem o nariz para este fenômeno. Mas o BBB é um sucesso, não tem como negar. Dá audiência, gera dinheiro e uma mobilização incalculável. E não importa o quanto a minoria que não gosta fugir para tentar não compactuar com tudo isso. A divulgação é feita de tal maneira que a gente vê mesmo sem querer.

O programa poderia facilmente substituir toda programação que já existe. A começar pelo globo rural e esporte; dezesseis animais soltos em uma jaula agindo irracionalmente, correndo atrás de um milhão e meio de reais. A vida alheia é sempre mais interessante que a nossa. E, pode não ter amor, mas sexo e baixaria, não pode faltar. Pedro Bial pode ser trocado pelo Faustao sem perda de sentido: dois apresentadores metidos a intelectuais e, na falta do que fazer, vai o que tem. É o folhetim típico das novelas, com começo, meio e fim e, apesar de parecer que não, tudo mundo sabe como vai terminar. Com o poder de deuses dos autores, os telespectadores acreditam que também o tem, decidindo o futuro das personagens/participantes. A identificação com o público é sempre imediata; pessoas que vivem isoladas do mundo ser ter noção de absolutamente nada.

Enquanto o público acha que decide o programa, que BBB é cultura e que não existe nenhum tipo de armação, a gente segue daqui, só espiando...





(Amanda Sotero)

Nenhum comentário:

Postar um comentário