segunda-feira, 16 de maio de 2011

"eu"

Um sorriso sai alto e debochado
Boca carnuda que beija aquela boca de lobo
No laço de um abraço “eu” me desmanchei
E com isso um corpo permaneceu dormente
No desejo de um apego o ego fica um pouco mais contente
Na bica “eu” tomo água e do céu “eu” tomo chuva
Em um seio adormeci e com receio amanheci
Desse jeito, uma saudade invade aquele que tem saudade constante
Um beijo arrepia e faz surgir uma vontade de cavalgar sem pressa
Com a malícia de ser só um
A vida segue marcada pelo tempo
Tempo que se esconde do tempo que segue vivendo um sonho real, ou até mesmo um mero sonho...



(Sabrina Receputi)

2 comentários:

  1. Ola moça, não nos conhecemos mais admiro o jeito como escreve, ha sim voce tem uma fã alias varias ne. Entao Uma Amiga me pediu certo dia para definir a "Traição", e uma coisa que todo mundo saberia responder, mais pensei em escrever algo, como voce escrevi muito bem
    Gostaria que me desse sua opniao sobre esse assunto.
    meu email e ipomin@hotmail.com
    se voce tiver um tempo e nao for incomodar, ficaria muito grata.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Claro. Mas, já até te enviei um email para esse endereço aí dando uma dica do que eu acho. Beijo moça.
    Obrigada pelo elogio.
    Volte sempre.

    ResponderExcluir