quinta-feira, 17 de março de 2011

Uma flor em um absoluto dom de existir


A mais bela flor, em seu absoluto dom de existir é aquela que quando você se dá conta, esteve ao seu lado o tempo todo para o que der e vier e, ainda permanece firme e forte com uma raiz incomparável.


Existem coisas que não adiantam prometer, pois o tempo faz dos sinais que a gente prefere ignorar, algo real e muito claro perante os seus olhos em um amanhã próximo. Só que na maioria das vezes, a gente não sabe o que fazer e nem quando é a hora certa para fazer algo.

Tudo o que nos acontecem, faz do nosso coração refém de uma alegria enorme como também de uma dor tremenda, estranho isso!

Admiro os sintomas de algo bom, de um arrepio que vem de um fruto prazeroso além de muito saboroso.

Para quem admira o amor, não só o admire como também, sinta-o.

O "brio" de uma flor saudável preenche qualquer espaço em nossa vida, por isso que um sentimento de paz dentro do coração, acalma qualquer ansiedade.

Um ombro amigo é o que há! Os braços se abrem para se envolverem com um carinho superior aos demais.

Ser absoluto nas decisões e no amor que há para sentir, faz de um simples sorriso a mais perfeita imagem em pleno deserto.

(Sabrina Receputi)