quinta-feira, 14 de abril de 2011

Coração...

Um arrepio aquece o peito e excita a alma em um segundo.


Uma emoção faz surgir uma vontade de dançar em plena chuva que vem do Norte acompanhada de um vento suave, que faz desse arrepio ainda mais tentador.

Dentro daquelas matas sombrias existe um desejo que se desabrocha em um simples beijo de bom dia ou até mesmo de boa viagem, diretamente para uma imensidão em clima de liberdade.

O coração de tão sereno bate veloz e as pernas não obedecem aos sentidos, pois estão sentindo a grandeza dessa vontade de voar alto e longe!

A poesia está dentro de cada um em formas de melodias eternas de vivências e saudades.

O imaginário caminha e percebe o quanto é interessante sentir o toque de uma pétala que segue a procura de uma Flor que semea segurança.

Não tenha duvidas que o mundo gira e mistura pensamentos que desenvolvem perguntas no espaço que na verdade, só a gente sabe as respostas e mais ninguém.

Ser absoluto é pelo menos fazer do agora uma realidade e não uma viagem. O desafio de cada um é se manter firme perante tantos tremores. A liberdade se liberta quando o desejo do "querer" faz surgir à vontade de amar e ser amado sem medo e com um cuidado único que não amola e nem atormenta a ferramenta humana chamada: Coração.



(Sabrina Receputi)