quarta-feira, 7 de setembro de 2011

É dia e ponto!

Hoje é dia de entender que os meus pés estão mais falantes
Hoje é dia de escutar o que os meus olhos estão dizendo
Hoje é um dia que no amanhã, já vai ter ficado pra trás
Dia que me guia e me guiou até mesmo na escuridão
Dia que se foi quando a noite caiu
Dia que sorriu quando o céu se abriu
Dia que um dia eu amei demais ou de menos
E que no entardecer do tempo
Tudo se apagou
Trazendo imagens que só eu avistava
Dia que ficou marcado no meu calendário
Dia que chegou com um novo sorriso em um novo tempo
Dia que sussurrou baixinho o seu nome de trás para frente
Como se eu não soubesse nada sobre você
E que sem mais e nem menos
Foi inventado um novo rumo
Hoje em dia...
Tudo faz sentido com a canção que não para de tocar
Ouça o refrão que diz:
“É hora da virada, partir com tudo ou nada...”
Hoje é dia e ponto!





(Sabrina Receputi)