sexta-feira, 18 de maio de 2012

Mar vermelho...

Esta na hora de partir
De chegar onde for
Nem ficou pronto o chá
Mas eu prefiro assim.
Sinto no ar
Um cheiro de alecrim
Misturado com café forte
Não importa de onde vim
Muito menos para onde eu vou.
O que importa é a minha Fé,
Que mora onde eu moro!
Uma gota de mel
Escorreu dos meus olhos
Adoçou o meu querer
Eu senti uma pitada de sal
Por que nada é tão doce como parece.
O meu eu esta confuso
Não sei se sou da noite
Não sei se sou do dia
Mas sei que,
Quem é do dia
Acorda com o canto do galo
Quem é da noite
Vive em um mistério
Mas o tempo faz tudo seguir
Junto do mar vermelho
Que em minhas veias corre!



(SR.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário