sexta-feira, 18 de maio de 2012

Sem paladar

O que dos meus olhos saem
São gotas de diamantes
O que de sua boca sai
Se torna uma sopa de letrinhas
Apenas palavras sem sal
Gestos de quem se dá demais
Aflição de quem se deu envão
Desatinos de uma canção qualquer
Provas que a vida te deu
Protestos de um coração bobo
Sonhos de uma noite de verão
Sexo sem nexo
Toque sem encanto
Olhos mascarados
Beijo sem gosto
Amor sem amor.

(SR.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário