terça-feira, 26 de junho de 2012

Uma vida toda

Quem não erra
Não sabe o que é acertar.
Quem não sonha
Não sabe o que é se realizar.
Quem não acredita
Não conhece a confiança,
Ou se afoga em um mar negro.
Quem nunca sofreu o amor
Não conhece o que amar,
Não conhece uma dor
Muito menos o que é viver!
Existem mistérios,
Misérias,
Migalhas,
De um sentimento
Que um dia surgiu,
Cresceu
E, morreu!
O ciclo é confuso,
Por isso existe a calma.
Hoje em dia,
Se tem saudades do ontem,
Se preocupa com o hoje.
Mas, o amanhã é importante,
Mesmo que não pareça,
Por ser tão misterioso.
Nunca é tarde pra nada,
Muito menos pro amor.
Às vezes,
Vale à pena crer
Em um conto de fadas
Durante, talvez;
Uma vida toda.





(Sabrina Receputi)








Nenhum comentário:

Postar um comentário