segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Apenas "somos"

Em cores o amor é construído
Sem dores devemos seguir
Somos filhos do mundo
Hóspedes do tempo.
Semeamos frutos como garantia
Em busca de um final feliz.
Claro que nem todos são assim,
Eu sei.
Somos o centro do universo
Somos os erros e acertos em peso,
Talvez.
O palco da vida
Nos permite chorar, sorrir e até interpretar
Sonhar com um destino perfeito
Gozar o que a vida tem de melhor.
A adrenalina mora dentro de nós
Sem se deixar levar por qualquer maré
Somos frutos de nós mesmos
Somos o escuto do incerto
Temos uma opção de viver,
Por entre acertos e enganos
Temos a certeza do acaso que não existe
Porque nesse "acaso",
Eu sempre me acho.


Sabrina Receputi

Nenhum comentário:

Postar um comentário