quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Só eu sei como é bom

Sabe quando do nada alguém se pega sorrindo sozinho?
Assim sou eu a cada amanhecer e anoitecer ao te encontrar dentro de mim.
Uma vontade enorme de você corrói o peito
E molha os meus olhos por tamanha saudade que me invade.
Não tem preço, muito menos explicação,
Afinal, nenhum sentimento se explica apenas se sente!
É de se admirar cada gesto, cada troca de olhar...
Pois, não existem mesmo barreiras para o amor.
Esse jardim está repleto de rosas vermelhas,
Com um sentimento a flor da pele.
Senti um arrepio ao olhar para o céu,
Está chovendo uma chuva de estrelas nesse momento,
Sinto que o paraíso é o nosso ninho.
Por onde passo avisto pétalas brancas
Abençoando tudo o que há de bom.
Sinto um calafrio ao te ver,
Encontro em você a menina dos meus olhos.
Só eu sei como é bom...





(Sabrina Receputi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário