terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O sentido da vida

Viver intensamente
Se sentindo livre e capaz
Como se fosse uma bela semente
A germinar em um jardim.
Olhos atentos
Sorriso curioso
Olhos estatelados
Sorriso maroto.
Abraço que envolve
E faz brotar uma saudade
Com uma liberdade em se sentir livre
Em busca de paz.
Os mais belos dias
Estão a se abrir em flores
Com lindas rosas vermelhas
O vento assopra uma canção
Melodia que exala
Toda essa beleza sobrenatural.
Faz brilhar mais que a Lua
Faz dançar em meio à multidão
Cantarolando e a sorrir
Sentindo o sentido de viver
Intensamente...




(Sabrina Receputi)